sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Watashi tachi na sugoi na pet - Shinhwa version - Capítulo 7 [FINAL]



Aehhhh cabou minha gente, felizmente...ou infelizmente sl q
Agradeço a todos que perderam seu tempo lendo a minha fic, espero q tenham se divertido. Demorei pra fazê-lo, por isso tbm demorei p resolver postar. Se divirtam com esse último capítulo.

Kansamida <3

Capítulo 7 - Problem Solver

A única coisa que Eric fez foi dar um soco na parede.
AD: Comandante, calma. Nós...
ER: Eles já sabem como funcionamos! Não tem como resgatá-los!
HS: Não diga isso! É só a gente... pensar um pouco... – sentia sua voz sumir, pois o desespero estava tomando conta de seu ser.
DW: Dá para salvar, mas preciso fazer outro plano correndo...
Os outros ficaram em silêncio. Então as meninas começaram a falar.
LI: E se eu disser que eles vão sair dali, conforme o plano?
MW: Mas Lina, como pode ter tanta certeza? As orelhas deles foram capturadas e eles não têm como voltar sem... – quando é interrompido pela Pandora.
PA: Eu e a Lina entregamos um remédio que encontramos nas imediações dos ratos. Eles funcionam como anuladores de qualquer tipo de anestésico. De acordo com minhas habilidades em remédios, entendi isso.
HA: Eu e a Juliana bolamos uma estratégia para caso o remédio não desse efeito, de um segundo remédio mais forte.
 AN: E eu bolei toda a trajetória do corredor até a saída para os dois poderem sair a salvos, só que precisaremos de vocês um em cada ponto. Daí a Lina e o Eric ficam aqui de olho e a Hadla e o Andy ficam do lado de fora, caso alguém saia ferido.
Todos concordaram e botaram o plano em ação.
Lá no esconderijo dos ratos, Gabrielle acordava e via que estava deitada nos braços do rapaz; corou levemente e este sorriu.
JJ: Achei que você ia virar um boneco *ri*
GA: Deixa de besteiras, Jinnie! Pelo jeito o remédio funcionou...
JJ: Pra mim sim, mas pra você, tive que dar o segundo... Senão não ia acordar logo.
GA: Desculpa, não queria ser um estorvo...*abraça*
JJ: Você não é um estorvo, é... – recebe o abraço, surpreso, mas feliz. Deposita um selar nos lábios desta e sussurra:
- Minha escolhida.
A garota sorri e retribui com outro beijo, mais profundo. De repente, sente a mão dele invadindo suas costas e ela fica sem jeito e quase solta um grito quando ele a pega no colo.

JJ: Desculpe. É que você ainda ta meio zonza e temos que sair correndo daqui. Vamos, segura firme em mim! Se não me engano, teremos que sair pelas portas dos fundos na esquerda.
Indo nessa direção, quase foram pegos por alguns ratos de plantão que estavam ali. Deram meia-volta e resolveram ir ao da direita; porém, dois ratos os pararam, mas nessa hora, alguém dá uma voadora neles.
JJ: Hye!
HS: Vai logo que eu alcanço vocês!
GA: Obrigada Hyesung! Não demora hein?
Chegando mais para a porta, descobrem que estava trancada. Park deixa a garota no chão e resolve ver onde estava a chave; ela ouve um barulho na porta e sai de perto, quando só se vê a porta caindo. Era Dongwan.
DW: Desparafusei a porta, aeeee! *ri*
JU: Mais um pouco e eles iam ser pegos ¬¬
DW: Não briga comigo ;A;
JU: Não to brigando, só to falando que...
GA: Er gente... Não é melhor sairmos daqui? TuT
DW/JU: Ok D:
JJ: Achei a chav... Dongwan?o_o
DW: Oi :D
JJ: ... Foda-se a chave, vamos sair daqui! – e carrega novamente Gabrielle no colo, saindo correndo; aparecem mais alguns ratos e Dongwan fica para bloqueá-los.
DW: Corram pras árvores! Juliana, lembra do caminho, né?
JU: Lembro, toma cuidado!
Ele dá um sorriso típico dele e volta a lutar com eles. Os três vão pelas árvores e são recebidos pelo Minwoo, que estava dando cobertura para chegar até o esconderijo. Este ria afinal usava umas armas que gostava de construir: uma pistola raio-laser.
Conseguindo entrar no esconderijo deles, é recepcionado com um abraço caloroso do comandante.
ER: Missão cumprida, Jinnie...
JJ: Obrigado, Eric... Por ser um ótimo líder.
As meninas estavam todas felizes, mas Lina ainda estava apreensiva. Faltava Dongwan voltar, pois Hyesung havia chegado àquela hora e ele estava mais longe do que Kim.
Ela ficou em outro cômodo, enquanto Mun estranhava naquela festa toda que estava faltando gente; o rapaz resolve procurar nas outras portas do esconderijo deles para ver onde estava a raposinha e Lina. Encontrou a garota, mas nem sinal da raposa.
ER: Lina? Você viu o Dongwan por aí?
LI: Espera. Eric, vem cá... Está de ouvidos atentos?
ER: Por que ta sussurrando...?
LI: Shhh... Escuta.
Ela havia escutado um primeiro estalo, mas baixo. Então os dois ficaram atentos e ouviram o segundo, um pouco mais alto.
Lá perto do esconderijo dos ratos, enquanto Hyesung estava voltando para a base deles, Kim disse ao outro que iria só fazer umas coisinhas e que ele chegaria logo. Tirou da mochila que trouxe vários explosivos, colocando em vários lugares estratégicos dali; em seguida, colocou ao redor, onde estavam os ratos desacordados e fez um caminho de pólvora para acender de longe. E assim, tudo o que havia ali foi pelos ares...
Não teria mais ratos, não teria mais experiências macabras, não teria mais terror.
Voltando a base, uma raposa chega toda suja de pólvora, rindo.
JU: Olha, agora vou ter que te dar um banho, sua raposinha doida! XD
DW: Eu adoraria 8D
JU: Mas eu só te dou banho se você estiver na forma de raposa ¬¬
DW: Awww DDD:
MW: Aw, eu também quero banho, Angel 8D
AN: Vai pro chuveiro sozinho então, seu safado >//<
AD: *rindo*
HS: Querem parar de falar dessas coisas na minha frente? D:
PA: Seria uma ideia boa dar um banho no meu coelho 8D
HS:*cora*
HA: Ai, vocês que dão a ideia pra esse povo pervertido, oras XD
PA: Mas fala que tu não queria dar um banho no seu bichinho 8D?
HA: Não, prefiro tomar banho junto 8D
AD: *ri mais ainda, ficando vermelho*
JJ: O que acha de tomar banho juntos, Gabrielle? Podemos jogar sais na banheira e hummm :3
GA: Sim, é muito amor *-*
JU: Esse papo de vocês tá me deixando com vergonha o///o
ER: *pegando a conversa na metade*Quem vai dar pra quem? 8D
HS: *vermelho, irritado* NINGUEM, SEU IDIOTA! @_@
ER: Se quiser você pode dar pra mim, Hye. 89
HS: AAAARGH! CHEGA, VOCÊS SÃO INSUPORTÁVEIS! *sai do quarto*
PA: Não precisava exagerar, Eric. Agora ele vai ficar emburrado num canto D:
ER: Foda-se. Adoro fazer isso com ele XD
AN: Bem gente, podemos sair daqui né? :D
GA: Vamos pra casa! Finalmente acabou!*-*
LI: A Gabrielle tá tão fofa =w= *abraça*
A noite é feita uma festinha na casa de Lina; alguns bêbados, muita garrafa espalhada, pessoas dormindo na sala. Karaokê, guerra de travesseiros, sorrisos.
Quando todos se arranjaram, somente Lina e Eric estavam arrumando algumas coisas pela casa; ela ficou admirada de como todo mundo estava feliz, depois de um dia tão cheio de problemas.
ER: Isso se chama álcool XD
LI: Ah, também não né? Tipo, eu e a Angel não bebemos XD
ER: Vocês não contam. Aliás, tá na hora de dormir né? Ta tarde...
LI: É mesmo. Vamos.
Nisso, a garota resolve tomar banho enquanto que o gato resolve dormir; quando ela sai do banho, encontra-o deitado em sua cama. Ela ficou levemente irritada. Porém, ela resolve deitar do lado dele, virada do outro lado. Ficou feliz que todos estavam bem e que tudo havia acabado; ajudariam os meninos a ter uma vida normal e não se preocupar mais com ratos e experiências macabras.
Quando estava pegando no sono, sentiu Mun a abraçar por trás e ela sorriu.

FIM

Nenhum comentário: